Prainha da Boca do Rio

A Prainha da Boca do Rio, conhecida por muitos como Prainha de Aratu,  é uma área de preservação ambiental, recreação, e pesca; está localizada no município de Candeias, e é um dos pontos turísticos mais badalados da cidade, principalmente na estação do verão, onde banhistas de várias regiões da Bahia e do Brasil, vem navegando em seus transportes marítimos pelas águas da baía de Aratu, e se deparam com este lindo e pequeno balneário, com suas águas límpidas e tranquilas, onde, os turistas acabam se acomodando por um espaço de tempo em nossa praia em seus roteiros turísticos, além de terem ainda o privilégio de conhecer os dois portos: o Porto de Aratu e o Porto da Ford, que ficam próximos à Praia.
Às Margens da Boca do Rio, viveram os índios Tupinambás, antes mesmo da descoberta do Brasil, e, segundo relatos de historiadores, não houveram indícios de confrontos dos índios com os brancos por esta área.
Apesar de terem construídos os dois portos nas proximidades da praia, algumas  famílias ainda residem nessa localidade até os dias de hoje, e, segundo as informações de nativos, no passado, haviam  fontes de água doce e vários minadores próximo à praia, mas, por volta do ano de 1975, com a construção do Porto de Aratu, e, mais algumas empresas instaladas no local, a exemplo da empresa Dow Química (atual Dow Brasil), e Mendes Junior, essas fontes de água doce foram destruídas com a construção do porto, e deixaram de existir; fontes essas onde os moradores da localidade aproveitavam as águas para seus gastos. No local havia também: armazém, escola, barzinhos, e um caminho repleto de bananeiras que dava acesso ao distrito de Caboto.
O Fato de a Praia estar localizada há poucos metros do Porto de Aratu, não concede a permissão para  ampliações de plataformas ou terminais sobre o Balneário, que mede aproximadamente 400 metros de comprimento, pois, a área da praia está fora da poligonal do porto, onde o polígono foi criado por decreto presidencial de Dilma Rousseff, publicado em 5 de junho de 2015.
O decreto delimita de maneira precisa, com todas as coordenadas georeferenciadas, qual deve ser a área destinada à construção de portos na região, onde a Prainha está fora dos limites criados por Dilma.
Moradores da região comentam que essa baía,já foi um lugar mais bonito no passado de que nos dias atuais, mas, as belezas foram se acabando por causa das empresas que chegaram ao local mudando a rotina dos nativos.
O Porto de Aratu é um gerador de muitas outras indústrias; indústrias essas, que, se instalaram no local onde esse fato vem deixando as comunidades pesqueiras mais preocupadas, pelo motivo de vir aumentando a poluição e a degradação ambiental por parte dessas empresas, tornando algumas praias mais próximas, impróprias para o banho devido ao grande despejo de produtos químicos provocados pelo movimento de embarcações que circulam pela baía de Aratu, degradando praias, corais e manguezais, que ficam próximos à essa região.
A Prainha de Aratu é um balneário que desperta a cobiça de políticos e empresários , onde os tais não fazem caso da área como recreação e pesca, onde, o objetivo dos mesmos são objetivos financeiros e gananciosos, como a exemplo da empresa Braskem (Odebrecht) que tentou a todo custo instalar um terminal privativo na localidade com o apoio do governador da Bahia, Rui Costa, com o objetivo de prejudicar a nossa área de maior produtividade pesqueira da baía de todos os santos, que é a baía de aratu, com a transportação feitas por navios que carregam produtos de alta periculosidade colocando em risco a vida marinha e dando fim ao nosso balneário, mas, graças ao barulho feito pelas comunidades pesqueiras no ano de 2017, os planos dessas atividades que ameaçavam a existência da nossa praia foram dissipados, através do parecer do procurador Geral da República, Rodrigo Janot. Saiba mais acessando o site: Poder 360.
Apesar de termos uma grande extensão de manguezal em nossa cidade, Candeias, essa é a única praia existente em nosso município, e, por esse motivo, cuide desse patrimônio ambiental, e ao Visitar a praia, evitem o descarte de lixo no local, pois, ela é nossa, e você é o responsável pelo zelo e pela manutenção da mesma; Estamos sempre recebendo visitas de voluntários, onde os mesmos fazem a limpeza geral da nossa Prainha. Ao terminar o seu dia de lazer, recolha nas mesmas sacolas o seu lixo, ponha em seus transportes e deixem numa lixeira de uma cidade mais próxima, e fazendo isso, a natureza e nós agradecemos de verdade.
Obs: Este local não possui nenhuma assistência do poder público da cidade, e, sendo assim, vamos manter sempre limpa a nossa praia, cuidando e zelando do meio ambiente, pois, aqui está um dos pontos turísticos mais movimentados da cidade de Candeias.
Curta a Nossa Página No Facebook
Participe do Grupo No Whatsapp
Atenção: O Grupo do Whatsapp é um grupo em prol da preservação ambiental da Prainha, e você pode tirar suas dúvidas, de como chegar ao local, e sobre Transportes, Preços de Barcos etc... é um grupo voltado para assuntos de preservação ambiental.

Caso você queira contratar Barcos para conhecer a Prainha e outros locais, fale com os Barqueiros Ualace ou com o Valdemir 

19 comentários:

  1. Não sabia que Candeias guardava lugares tão bonitos e paradisiacos como estes.Fiquei encantado, espero que um dia possa visitar.Abraço a Todos

    Remerson Francis

    ResponderExcluir
  2. Sim, tem lugares bakanas, não são os melhores mas para quem gosta da natureza tem lugares bonitos, a cidade em sí não é bonita, só tem comércio e ladeiras, mas a redondeza da cidade, essa sim, vale a pena passear um pouco.

    ResponderExcluir
  3. candeias q lugar surpriendente muito lindo

    ResponderExcluir
  4. Prainha da Boca do Rio, Adooro esse pedacinha de de mundo, maravilhosos.
    Super calmo, acolhedor e seguro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Miquéias! eu tb gosto muito desse pedacinho de praia.

      Excluir
  5. massa irmão gostei da sua iniciativa , o seu comentario no post do blog é mais ou menos o que esculto falar que cadeias é um lixo, que mais conhece o tesouro que é a cidade de candeias , são os que a estudam profundamente, alguns de bom coração que adimiram e procuram preserva , outros que tiram as riquezas da nossa terra , enquanto muitos ficam a mercer demigalhas, reclamando que aqui não tem nada , estamos na cidade das luzes ,mas das luzes apagadas porque o nosso povo não tem coragem nem pra esticar o braço pra ligar o interruptor, (cleitonoliver@live.com)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Cleiton! sincero esse seu comentário... vamos valorizar o que é nosso e cobrar desse bando de dorminhocos que, infelizmente, só despertam do sono em época de campanha eleitoral.

      Excluir
  6. Nobre, Gilmar gostei muito deste blog, todas essas imagens eu tenho na minha memoria. sou filho de candeias nascido no Sarandi, hoje sou Licenciado em historia, porém voce consigui externar muita coisa que eu conheço. a prainha da Boca do Rio que fica perto da ponta da Laje no Porto de Aratu é também conhecida por Vila Goró, já bebí muita meiota de tatuzinho e velho Barreiro na biboca de Zé da Ema (in memoria).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico Feliz em ver o seu comentário aqui, Vivaldo! esse cantinho chamado de Boca do Rio é uma beleza. valeu por contar o relato da sua vida na "vila goró". Rsss

      Excluir
  7. fiquei encantada com a beleza do lugar parabens por vc ter a iniciativa de nos mo strar lugar tão belo.

    ResponderExcluir
  8. tem pista para chegar ou er presciso passar por dentro do porto de aratu ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcelo, é mais aconselhável vc ir de barco.

      Excluir
    2. Marcelo, a entrada pelo porto está privada, pois, devido uma confusão que houve por causa de um transporte que estacionou em um local indevido, o porto conseguiu bloquear a entrada para outros transportes não terem mais acesso, a não ser, parentes ou amigos da família que reside no local.

      Excluir
  9. Agora tem Lojas Americanas em Candeias...

    ResponderExcluir
  10. so faltou um mapa como chegar nesses lugares tao bacana ,chego em candeias e fico perdido sem ter onde ir .Só Madre de Deus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edson, em breve estarei disponibilizando um mapa para esses locais turísticos da cidade. Obrigado!

      Excluir
  11. só faltou um mapa como chegar a esses locais tao bacana..

    ResponderExcluir
  12. SÓ DEUS NA CAUSA: Até a segunda-feira, 16, a prefeitura de Candeias pretendia colocar em votação nesta quarta, 18, na Câmara de Vereadores do município, um projeto que altera o Plano Diretor de Desenvolvimento no trecho que torna a Prainha área de proteção ambiental.
    Na prática, a localidade da Baía de Todos-os-Santos ficaria livre para a instalação do novo terminal industrial projetado pela empresa petroquímica Braskem.
    Nesta terça, 17, no entanto, o prefeito da cidade, Sargento Francisco (PMDB), desistiu de colocar a pauta em votação, enviando à Casa Legislativa um pedido de retirada do assunto da ordem do dia. De acordo com a assessoria da prefeitura de Candeias, a atitude foi tomada "por prudência" da administração municipal.
    "Diante da discussão sobre o tema amplamente divulgado pela imprensa", a prefeitura, ainda segundo sua assessoria, "buscará orientações jurídicas e técnicas junto à Procuradoria do Município e aos órgãos e instituições competentes".
    Questionamentos
    A posição do Executivo municipal nesse caso chegou a ser alvo da titular da 5ª Promotoria de Justiça de Candeias, Cecília Carvalho Marins Dourado, que enviou um ofício ao prefeito Sargento Francisco pedindo informações sobre um incentivo fiscal concedido à Braskem para a instalação do projeto de terminal industrial na Prainha.
    O ofício, enviado no dia 2 de maio, até esta terça não havia sido respondido pela prefeitura de Candeias.
    Procurado por meio de sua assessoria de imprensa para dar entrevista sobre o caso, o prefeito Sargento Francisco respondeu com o posicionamento já reproduzido pela equipe de A TARDE nesta reportagem.
    A TARDE também procurou a promotora Cecília Marins Dourado para comentar o assunto, mas ela não pôde dar entrevista, porque, de acordo com a assessoria do Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), não estava disponível, por motivos pessoais.

    ResponderExcluir
  13. Esses Políticos de Candeias dão o que falar, desde que em entendo por gente que essa cidade não muda, e ainda querem destruir essa linda Prainha. Que Absurdo! Justiça neles.

    ResponderExcluir