Famílias do Povoado de Mangabeira Recebem Doações e Construção de Novas Casas

Um trabalho voluntário que vem sendo realizado há mais de 3 anos no povoado de Mangabeira, em Candeias, vem ganhando forças dia após dia e, neste sábado, 25 de Maio de 2019, famílias carentes do povoado receberam novas casas, além de donativos como: alimentos e roupas. O trabalho vem sendo administrado por Ricardo Machado, morador do município de Candeias que, sem nenhum vínculo com órgãos públicos, o colaborador vem enfrentando diversas dificuldades para ajudar a essas famílias, enfrentando o difícil acesso para chegar ao local, que fica bem próximo às margens do rio Joanes, seu trabalho é incansável e o mesmo afirma que sente-se regozijado em realizar o sonho desses moradores que, mesmo esquecidos pelo poder público municipal, o colaborador insiste em continuar ajudando essas famílias; famílias essas que sentem muitas dificuldades, principalmente quando se trata de saúde e moradia, onde as condições são bastantes precárias.
Mangabeira é a localidade mais distante da sede de Candeias, já na divisa com o município de Dias D'Ávila. O acesso dá-se através da BR-324 no sentido Salvador/Feira - Entra-se à direita em estrada de barro na frente da Colônia Landulpho Alves e após a ponte do rio Imbiruçu, seguindo-se 10 km até chega à localidade.
Ações realizada às Vesperas do Natal Passado
Fim do ano passado não foi diferente pois, realizamos ações para essas mesmas famílias que ansiava por uma cesta de natal, enquanto diversas cestas foram doadas pela prefeitura de Candeias na sede do município, porém, essas cestas não chegaram até essas famílias, e foi quando Ricardo Machado convocou diversos amigos com o intuito de cada um colaborar de acordo com suas condições, foi quando Ricardo conseguiu uma boa quantidade de donativos e formou diversas cestas de Natal para entregar a essas famílias tão esquecidas pelos políticos do município. "Há anos, passa gestão, chega outra, e assim sucessivamente, mas, ninguém lembra de nós, a não ser tempo de política" disse uma das moradoras. A ação feita no natal teve a colaboração de Gilmar Sampaio, que atua como coordenador na empresa MKS, e o Paulo, que atua como Engenheiro na mesma empresa, ambos sentiram-se comovidos com a situação da família e resolveram ajudar com vários donativos. Veja a matéria Aqui
Trabalho árduo, porém, satisfatório. Nós temos princípios cristãos e não costumamos divulgar obras sociais ou caridades feitas, porém, em alguns momentos sentimos a necessidade de mostrar que, Candeias não é aquilo que se propaga na frente de uma TV ou jornais, o caso aqui é sério e, parece muito longe de se resolver a situação do município, onde a pobreza e outros diversos problemas sociais assolam o município; Aqui o pobre sofre! O sistema tenta aprisionar os mais fracos com falsas promessas, e suas campanhas políticas tem fracassado de forma nítida trazendo ainda mais a falta de esperança para um povo sofrido.
Um pequeno documentário foi elaborado no dia 02 de Abril desse ano falando sobre a realidade que enfrenta essas famílias que vivem distantes da sede do município e que muitos deles esquecidos pelo poder público. Gostaríamos de agradecer a colaboração de Adipâmala Cabral que faz parte do grupo de preservação ambiental chamado "Maré Sustentável" administrado pelo blogueiro Gilmar de Oliveira, foi quando Adipâmala atendeu ao nosso pedido e também colaborou com a ajuda. 
Veja no vídeo a seguir:  
Sem nenhum tratamento, a água consumida por algumas famílias são águas destratadas e que colocam em risco à saúde dessas pessoas, o falta de saneamento colabora para a contaminação das águas. Na região de Mangabeira existem hoje 27 poços de petróleo ativos e os royalties são repassados para a administração do município, porém, nenhum tipo de manutenção chega ao povoado.
Desde já, gostaríamos de fazer os agradecimentos a todos os que colaboraram com este projeto: Paulo Bonfim, Gilmar Sampaio, Ubiratan Puridade, Engenheiro Ranulfo Martins (MKS), Equipe K9, David (empresa Niplan), Nininho do transporte alternativo, e a todos que colaboraram tanto de forma direta como de forma indireta.
Para doações entre em contato com o 71 99241-7050

Um comentário:

  1. Esses projetos não podem morrer, tem de dá prosseguimento, com ou sem ajuda dos políticos, vamos fazer o bem.

    ResponderExcluir